O Militante das Ordens Inicáticas


Quem é um Pedreiro Livre? É um artesão espiritual, um tijolo do Senhor dos Mundos.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Conheça a Augusta Loja Winter Park Lodge 239, de Orlando, EEUU

Nosso Ir.’. Ricardo Parente rparente@winterparklodge.org , membro e Webmaster da Augusta Loja Winter Park Lodge 239 - http://www.winterparklodge.org/ – envia um artigo sobre a história da Ordem: http://www.orlandoyorkrite.org/blog.

O texto, em inglês, está no Site do Rito de York de Orlando, Florida http://www.orlandoyorkrite.org/

Eis algumas imagens da Loja Winter Park Lodge 239:

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Entrevista com Milton Gonçalves

video

O Irmão Milton Gonçalves pertence a ARLS Martin Luter King (Tijuca-RJ), jurisdicionada à GLMERJ.

Ele é o Grande Secretário de Cultura da GLMERJ, e também é Membro da Academia Maçônica de Letras Ciências e Artes do Estado do Rio de Janeiro.

Em janeiro de 2005, o Ir.'. Milton, a convite do Ven.'. M.'. Feitosa, compareceu ao lançamento da Pedra Fundamental da ARLS Igualdade 93, no Or.'. de Jacarepaguá-RJ.

Veja as fotos do Evento.



domingo, 26 de outubro de 2008

SELOS MAÇÔNICOS DO MUNDO‏

Filatelia Maçonica: presente enviado pelo Ir.'. Silvio Bezerra .'.


Filatelia é cultura porque os selos falam de fatos históricos, como os da Ordem, acontecimentos importantes, campanhas, de pessoas, de animais, de plantas e de assuntos importantes e diversos; a filatelia é um imenso leque de conhecimentos, e através das coleções de selos aqui registradas, se conhece mais um pouco sobre a Maçonaria. Confira.

www.filateliamaconica.org/novo/masonicstamp.htm

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

O Rito de York no Brasil


Você sabe a diferença entre os Ritos de York e Emolução?


Não perca o livro "Rito York - O Simbolismo - Aprendiz Maçom", recém lançado pelo Pod.’. Ir.’. Sérgio Roberto ( sirsergioroberto@yahoo.com.br ), estudioso e pesquisador do assunto.


Para adquiri-lo, acesse o Site http://www.ritodeyork.com.br/.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Tempo de Estudos: O Templo do Rei Salomão. Mas qual deles?
























Não percam este texto enviado pelo Ir.'. Gouveia, um dos Condestáveis do Rito Shroeder no Brasil. Bom para preleções em Loja.
HMarinho

Colaboração do Ir.’. Gouveia (gouveia@csmtelecom.com.br ) do colegioschroeder@grupos.com.br

O Templo de Salomão

As únicas notícias sobre o Templo de Jerusalém são as que temos nos textos bíblicos e isto é compreensível, porque os hebreus nunca formaram uma nação historicamente expressiva no mundo antigo, sempre dominado por grandes civilizações.

O seu Templo foi um edifício de proporções extremamente modestas se comparado com outros templos do seu tempo ou mesmo anteriores.

Na realidade houve três Templos:

1o) - o Templo de Jerusalém (ou Templo de Salomão), construído pelo Rei Salomão cerca dos anos 970/960 a.C, completamente arrasado pelos Babilônios no ano 583 a.C;
2o) - o Templo de Zorobabel, reconstruído em 516 a.C, foi profanado no ano de 168 a.C. peio rei Antíoco IV que o reduziu a um templo de culto pagão e depois recuperado parcialmente pelos bíblicos Macabeus;
3o) - o Templo de Herodes, mais suntuoso que os dois primeiros, reformado completamente a partir de 20 a.C. e arrasado pelos romanos no ano 70 d.C.

Quando derrotado pelos babilônios no ano de 583, todos os hebreus foram levados prisioneiros para Babilônia e povos de outras regiões foram trazidos para o seu território. Este era um expediente adotado por quase todos os dominadores da antiguidade que visavam destruir a consciência de nacionalidade e a consciência cívica dos povos vencidos e assim evitar que novamente se levantassem conta eles.

Quando no ano de 516 os hebreus tiveram licença do rei Ciro para voltar a Jerusalém e reconstruir a cidade e o Templo, a grande tarefa dos personagens bíblicos Esdras, Nehemias e Zorobabel foi fazer renascer entre os hebreus que retornavam a consciência nacional, cívica, moral e religiosa entre eles.
Portanto, todos os sentimentos de nacionalidade e organização social existentes entre os hebreus, desde o tempo do Rei Salomão foram destruídos durante o exílio em Babilônia, e evidentemente nenhum eventual tipo de fraternidade ou sociedade de construtores terá resistido.

O Templo de Herodes, o último, foi arrasado no ano setenta de nossa era, e poucos dos primeiros cristãos o devem ter conhecido. Como existem poucos registros dessa época, pois mesmo referências a Jesus são raras e imprecisas, não se acredita que alguma fantasia da parte dos primeiros cristãos tivesse chegado aos primeiros maçons operativos.
È preciso lembrar também que o Templo de Jerusalém era o templo dos Judeus que sempre consideraram o cristianismo uma heresia judaica. Os primeiros cristãos nunca o consideraram um templo do cristianismo, ao contrário, ele simbolizava o povo que martirizara Jesus.

Então é necessário procurar outra origem da fantasiosa imagem que o Templo de Jerusalém há tantos séculos vem despertando entre os Maçons, tanto medievais como Modernos. Como a Maçonaria Medieval originou-se das guildas dos construtores do início do século X, nenhum desses Maçons teve a oportunidade de conhecer algo acerca do Templo de Herodes.

Até o final do século XI, segundo o historiador Will Durant, o mundo ocidental cristão, estava há séculos sem nenhuma comunicação com a cultura do Oriente e que a Europa nem sabia da existência da religião islâmica, pois ainda nem tinham tomado conhecimento da ocupação do sul da península ibérica pelos muçulmanos no ano de 711. Com tão poucos conhecimentos históricos, desconheciam evidentemente a destruição do Templo de Jerusalém, ocorrida há quase mil anos.

Os primeiros cruzados (1.096 - 1.099) tomaram Jerusalém em 1099, e fundaram o Império Latino do Oriente em 1100. Em 1129, foi fundada a Ordem dos Templários sob o nome de "Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão". Sua proposta inicial era defender os peregrinos que vinham a Jerusalém e também defender o Templo de Salomão. Os templários tiveram sua primeira sede junto a Mesquita de Al-Aqsa, que tem o formato de uma igreja. Diz a Enciclopédia Britânica que essa mesquita era o "assim chamado Templo de Salomão".

Parece evidente que os primeiros cruzados confundiram a mesquita de Al-Aqsa com o Templo de Salomão, e quando voltaram à Europa no início do século XII certamente contaram maravilhas da cidade Santa de Jerusalém e principalmente como era o maravilhoso Templo de Salomão. A imaginação popular tratou de fazer o resto, e o resultado é o que se observa hoje na literatura Maçônica, um Templo de Salomão grandioso, maravilhoso, de arrojada arquitetura e qualidades que nunca teve.

A suntuosa mesquita de Al-Aqsa. em forma de igreja, foi construída ao final do século VII pelo sultão Al-Wallid sobre a esplanada onde tradicionalmente teria estado localizado o Templo. Esta mesquita continuou sendo embelezada pelos sucessores de Al-Wallid e ainda hoje é famosa por sua beleza.

Como teria sido realmente o Templo de Salomão, ou o Templo de Jerusalém?
O Templo foi construído em Jerusalém sobre o Monte Moriah, um lugar hoje conhecido como a explanada das mesquitas, por estarem ali construídas as mesquitas de Ornar e a de Al-Aqsa.

O pequeno Templo estava no centro de um grande átrio reservado aos levitas (sacerdotes), que se comunicava por um pórtico com outro átrio destinado aos israelitas e às mulheres. Este último átrio comunicava-se também por um pórtico com o grande átrio reservado aos gentios (não-judeus)- e que rodeava completamente todo o conjunto do Templo e os dois átrios anteriores. Foi provavelmente deste último átrio, o dos gentios, que Jesus expulsou os vendilhões.

No angulo sudeste do átrio dos gentios ficava o palácio do Rei Salomão e, no ângulo oposto, a noroeste, estava a Fortaleza Antônia, último baluarte de resistência, no episódio do cerco de Jerusalém pelos romanos no ano setenta da nossa era.
O portal do templo e os dois pórticos dos átrios internos ficavam em linha, todos voltados para o Oriente, e, portanto não haviam as portas ocidental, setentrional ou meridional de que fala uma conhecida lenda.
No exterior do templo, junto às duas paredes laterais e à parede dos fundos, estavam construídos noventa cubículos distribuídos em três pavimentos, que se ligavam entre si por uma escada em caracol e que não se comunicavam com o interior do templo.
Ainda não se conseguiu definir a finalidade desses cubículos, os quais foram encontrados também em outros templos pagãos da época. É importante observar que a escada em caracol não estava no interior do templo, mas fora dele, e era simplesmente uma escada de comunicação entre os três pisos de cubículos.
O Templo era no seu conjunto uma tosca construção retangular de pedra talhada, cuja única particularidade arquitetônica externa eram as duas colunas que ladeavam o pórtico da entrada, a única abertura para o exterior, voltada para o sol nascente.
Era um templo de modestas dimensões, medindo no seu total 38,50m de comprimento por 11,00m de largura, medidas pouco maiores do que aquelas dos templos maçônicos mais amplos dos dias atuais. Mas é importante observar que os templos da antiguidade não se destinavam a reunir grandes assembléias de fiéis no seu interior, pois sua finalidade única era serem a morada do deus entre os homens.

Internamente, o templo se dividia em três recintos consecutivos: o vestíbulo, com 5,50m de profundidade, o Santo com 22,00m e o Santo dos Santos com 11,00m. No vestíbulo, estavam doze grandes bacias sobre carrinhos, para o transporte de água. No Santo, estavam o altar dos perfumes, o candelabro de sete braços e a mesa dos pães da proposição. No Santo dos Santos, separado do Santo por uma preciosa cortina, estava a Arca da Aliança no primeiro templo, e os rolos da lei no segundo templo. No átrio dos levitas e diante do Templo, ficava o altar dos sacrifícios e o mar de bronze com a água para as abluções.
Assim descrito o Templo de Salomão, observa-se que era uma construção até modesta em comparação com o porte dos muitos templos de sua época, e nada tinha de grandioso quanto a sua arquitetura, a não ser a riqueza de suas paredes interiores revestidas de ouro.

No Santo, só entravam os oficiantes, mesmo porque, atravancado com os móveis, não haveria lugar para muitas pessoas; o Santo dos Santos estava no ocidente do templo, era aberto apenas uma vez a cada ano e lá só entrava o sumo sacerdote. No interior do templo, portanto, não havia lugar para o trono do Rei Salomão.
As pedras para o templo, que durou sete longos anos de construção, foram extraídas e talhadas no subsolo de Jerusalém. A gruta daí resultante ainda lá está, e os Maçons de Israel nela fazem iniciações especiais. É claro que nunca houve dezenas de milhares de trabalhadores atuando na construção, simplesmente porque na pedreira subterrânea ou no canteiro de obras do templo, não havia espaço físico para tantos operários ao mesmo tempo, nem seriam necessários tantos trabalhadores durante sete anos, para construir um templo de dimensões relativamente pequenas.
Não são de admirar esses exageros de números e tamanhos, pois eram muito comuns tanto na Bíblia quanto nos documentos de toda antiguidade.
Procura-se justificar a presença do Templo de Salomão nas tradições maçônicas sob a alegação de que ele seria o símbolo da construção do nosso templo interior, apesar de as catedrais construídas pelos operários das guildas medievais serem imensamente mais perfeitas e mais esplendorosas do que jamais foi aquele Templo.

Uma Sessão Histórica!!!


Nosso Ir.’. Daladyer Wichchello Borges Morandi (daladyer@gmail.com), 2° Vig.’. da ARLS Fraternidade Universal (http://www.fuv.com.br), jurisdicionada ao GOB-ES (http://www.gob-es.org.br), e Diretor da Arco Informática (http://www.arcoinformatica.com.br/clientes.php - empresa de suporte para criação de sites maçônicos e profanos), informa que ontem, dia 21 de outubro, a Maçonaria Sul Capixaba reuniu-se em uma histórica Sessão Magna de Iniciação.

117 IIr.’. pertencentes ao GOB_ES e às LLoj.’. da GLMEES trabalharam numa Ritualística harmoniosa e digna de entrar para a história da Maçonaria capixaba e brasileira.

Este fantástico encontro aconteceu na ARLS Neto Caiado. Veja aqui: http://www.netocaiado.org.br/

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A ABÓBADA DO TEMPLO


“O teto do Templo representa o firmamento. Do lado do Oriente, um pouco à frente do Trono, a efígie do Sol; por cima do Altar do Primeiro Vigilante, a Lua, e do Segundo Vigilante, uma estrela de cinco pontas.

No centro, colocam-se três estrelas da constelação de Orion. Entre estas e o nordeste ficam as Plêiades, Hiadas e Aldebarã; a Leão; ao norte, a Ursa Maior; a nordeste Arcturus (em vermelho); a leste, a Spica, da Virgem; a oeste Antares; ao sul; Formalhaut.

No oriente, Júpiter; ao ocidente, Vênus; Mercúrio, junto ao Sol, e Saturno, com seus satélites, próximo a Orion.As principais estrelas são três de Orion, cinco Hiadas e sete das Plêiades e Ursa Maior. As denominadas Reais são: Aldebarã, Arcturus, Régulus, Antares e Formalhaut.”

domingo, 19 de outubro de 2008

Utilidade pública - preços de remédios e Genéricos

Link gentilmente disponibilizado pelo Ir.'. Silvio Bezerra

Basta digitar o nome do remédio desejado no site abaixo, e você terá também os genéricos e os similares de todas as marcas com os respectivos preços em todo o Território Nacional.
Como tudo que é bom não é divulgado, peço-lhes que divulguem aos seus parentes e conhecidos.

Aqui: http://www.consultaremedios.com.br/


Silvio Bezerra ( silvio_silva59@hotmail.com )

sábado, 18 de outubro de 2008

Logomarca da Augusta & Respeitável Loja Maçônica Deus, Justiça e Fraternidade



Este logotimpo, idealizado apartir dos anos 80 pelo Ir.'. Henry Marinho, é a marca registrada da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Deus, Justiça e Fraternidade, jurisdicionada à M.'.R.'. Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão - GLEMA.
As Sessões da Deus, Justiça e Fraternidade, trabalhadas sob a égide do Rito Escocês Antigo & Aceito, se realizam às terças feiras, a partir das 20:00 hs, na rua Sobradinho 3, Chácara Brasil, Turu, no Or.'. de São Luis, capital do estado do Maranhão.
O Venerável Mestre Walmir Maia Albuquerque convida você, Maçom regular, livre e aceito, a participar dos TTrab.'., para juntamente conosco, levantar Templos à Virtude e cavar masmorras ao vício.



O Selo da Paz - uma inspiração maçônica


Dia da emissão: 11 de junho de 1946
Desenhado por: Reynold Stone, sob a supervisão do Rei George VI, da Inglaterra.
Dentado: 14 1/2 x 14 - Impressão: Fotografado
Papel: papel especial fornecido pela mesma empresa que fazia o papel para em notas do Banco da Inglaterra
Yvert: 236 Scott: 265
Tiragem: 24.000.000 de selos
Valor facial: 3 pence

Motivo:

Emissão especial devido ao final da Segunda Guerra Mundial. Uns o conhecem como "Selo da Paz" e outros como o "Selo da Vitória".

Foi escolhido pessoalmente pelo Rei George VI da Inglaterra, Grão Mestre da Grande Loja da Escócia, cuja efígie aparece no Oriente do selo.

Decoram o selo:

A Pomba da Paz com um galho de oliveira (que é encontrada nos bastões e colares dos Diáconos), o Esquadro, o Compasso, a Trolha e o muro.

O valor de 3 pence (*), curiosamente se repete duas vezes (pouco usual) formando 33, o Grau do Rei George. Os símbolos estão emoldurados por uma fita que formam cinco números três.
O Rei George VI era membro da Loja Naval, Nº. 2612, Londres, Inglaterra.
Colaboração: Ir.’. Fabiano
fabiano@casadassoldas-es.com.br
(*) O dinheiro britânico é baseado no sistema decimal – em cada libra há cem pence. As moedas têm os seguintes valores: 1p, 2p, 5p, 10p, 20p, 50p, £1 e £2. As notas têm os seguintes valores: £5, £10, £20 E £50.

No túnel do tempo.....

Em 12 de novembro de 1992, a exatos 16 anos atrás, três membros da ARLS Deus, Justiça e Fraternidade, 05, recebiam a Patente de Grande Inspetor Geral, 33°, outorgada pelo Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil. O tempo não pára....

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

ARLS Templários do Apocalipse


Visite o site da ARLS Templários do Apocalipse; mais um excelente trabalho do WebMaster Daladyer Wichchello Borges Morandi.




Convite ESPECIAL!!!

O Venerável Mestre da ARLS Deus, Justiça e Fraternidade, 05, Or.’. de S. Luis, MA, jurisdicionada à M.’.R.’. Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão – GLEMA, Pod.’ Ir.’. Walmir Maia de Albuquerque, convida aos MM.’.MM.’. regulares livres e aceitos a se fazerem presentes nas sessões de nossa Augusta Of.’. às terças feiras, 20:00 hs, para juntos trabalhar em prol da Humanidade.





































































Seminário para divulgação e aprendizado do Novo Ritual de Aprendiz do Rito Schröder

Atenção, Confrarias:
Recado do Ir.’. Iatagan Costa, iatagancosta@yahoo.com.br
Ven. Mestre da ARLS Dragão do Mar nº 122 - GLMECE
Membro efetivo do Núcleo de Estudos e Divulgação do Rito Schröder
Fortaleza-Ceará

Meus caríssimos IIr. O Núcleo de Estudos e Divulgação do Rito Schröder-Ce, estará realizando amanhã dia 18/10/2008 (sábado) das 14.00 às 18.00 Hs., Seminário para divulgação e aprendizado do Novo Ritual de Aprendiz Maçom do Rito Schröder.
Este Ritual, que já devidamente aprovado pela GLMECE, estará em vigor logo após o citado Seminário, e ao final do mencionado evento, será simulada uma Sessão já colocando em prática as novas diretrizes do Novo Ritual.

Um Cordial Aperto de Mão,


Iatagan Costa, Ven.'.M.'.

Loja Maçônica Fraternidade e Luz lança seu Website


Nosso Ir.’. Daladyer informa mais uma criação: o Site da Centenária Loja Maçônica Fraternidade e Luz – Or.: de Cachoeiro de Itapemirim – ES.


www.fraternidadeeluz.com.br ; Visite e assine o Livro de Presenças.


Nosso Ir.’. Daladyer W. Borges Morandi, da Arco Informática, é um Artesão da Informática, e tem realizado trabalhos fantásticos na elaboração e manutenção de Sites de Lojas Maçônicas. O mais importante: os custos são baixíssimos.
Encontre-o aqui:
www.arcoinformatica.com.br, e aqui: comercial@arcoinformatica.com.br

Mina de ouro Cultural!

O Bruno (não sei se é Iniciado), mantém 2,5 Gigabytes de livros de todas as correntes de pensamento para free download neste endereço aqui:

http://www.4shared.com/dir/9621628/a5c02e4a/Livros.html

se vc gosta de livros eletrônicos, saiba que este é o endereço que vc esperava. Uma verdadeira Mina de Conhecimento, em todos os níveis.

Corra lá.

Nem chuva, nem goteiras


Imagens enviadas pelo mano João Manoel Almeida (joaoa45@gmail.com), mostrando um Templo onde não se admitem nem chuva, nem goteiras.




















































Curiosidades Maçônicas

Curiosidades Maçônicas decifradas pelo Ir.'. Marcos Guarilha (marcos.guarilha@gmail.com), maçom ligado ao Grupo de Estudos do Rito Shroeder (colegioschroeder@grupos.com.br )

Os 'três pontos' usados, em quase toda a Maçonaria do Universo nas abreviaturas, foram usados pela primeira vez, segundo historiadores franceses, em 12 de Agosto de 1774, pela Grande Loja de França.

A Bandeira de Cuba que, ao lado das cores nacionais, mostra uma estrela de cinco pontas dentro de um triângulo, foi idealizada e executada por Narciso Lopes, membro da Loja 'Estrela Solitária'.

BENEFICÊNCIA

Os Maçons dos Estados Unidos da América(EUA) e do Canadá, contribuem com mais de meio milhão de dólares, diariamente, para a caridade, por intermédio de suas Grandes Lojas. Mais de 60%(sessenta por cento) desta importância é gasta com pessoas que nada têm a ver com Maçonaria.

Historicamente a maçonaria norte-americana nunca perdeu o ritmo da política na sociedade do seu tempo e sempre tem conseguido colocar os seus membros em postos chaves da administração. Em torno de 75% dos presidentes norte-americanos, ou tem sido maçons ou são comprometidos com a maçonaria.

A UNIÃO EUROPÉIA, A OBRA PREDILETA DA MAÇONARIA.

Em 26 de Julho de 1994, Luis Salat, Grão Mestre da maçonaria espanhola afirmava que em torno de '90% das pessoas que propiciaram a União Européia são maçons'. A declaração se realizou durante a inauguração da Loja 'Estrela Matutina' nª 75, composta pôr 20 maçons de poucos anos. Salat declarou que 'os maçons decidiram criar a União Européia no intuito de coibir o absurdo de que, Ingleses, franceses, alemães e outros povos se matem a cada 30 anos'.

Rio Grande do Sul

O Brasão da Bandeira do Rio Grande do Sul teve forte influência maçônica.
Ele foi desenhado originalmente pelo padre Hidelbrando e desenhado em arte final pelo Major Bernardo Pires, que era Maçom e fez toda uma alegoria maçônica ao executar a obra. Os dois foram ilustres farroupilhas.
Os manos poderão conferir, os dizeres são : 'Liberdade, Igualdade, Humanidade',

Na cidade de Gramado existem ruas e travessas com os nomes de uma administração de Loja Maçônica:

Travessa do Orador
Travessa do Hospitaleiro
Travessa do Secretário
Travessa do Arquiteto
Travessa do Chanceler
Travessa do Escocês


Todas são transversais da Rua Acácia Negra, que termina na Praça Cônego das Mercês.
No mesmo bairro, existem ainda, do lado direito da Avenida Coronel Diniz, a Rua do Vigilante, que se cruza com a Rua do Venerável.
E ainda no Bairro Floresta, a Rua Coluna do Norte e a Travessa Hiram.


Maranhão:

Algumas ruas da cidade de Alcântara - Maranhão, são de paralelepípedos brancos e pretos para parecer o piso de uma Loja Maçônica feitos na época colonial.